21out
2014
0
girl with eyesight testing board

A VISÃO NA IDADE INFANTIL

Compreenda a importância dos cuidados da visão durante a infância, de uma forma objetiva e clara!

AVALIAÇÃO MÉDICA NOS PRIMEIROS  ANOS DE VIDA

Nas crianças também se detectam problemas graves de visão. Infelizmente, não existe uma consciencia da importância da avaliação de um oftalmologista desde os primeiros meses de vida.  Diagnósticos e tratamentos precoces podem evitar problemas graves no futuro. O recém-nascido no início percebe apenas luz e vultos, ele vê uma imagem embaçada da mãe. Mas o desenvolvimento da visão acontece rapidamente, com três meses ele já consegue enxergar até três metros de distância, e com um ano e meio a capacidade visual está completa. Na maternidade a criança deve passar por um exame ocular com o neonatologista e com 3 meses ela deve fazer uma nova avaliação oftalmológica para certificar a integridade do globo ocular . Aos seis meses de idade é importante realizar um novo exame no qual, com a pupila dilatada, pode-se calcular o grau de erro de refração e determinar a tendência da criança para a miopia, astigmatismo ou hipermetropia. Com esse exame aos 6 meses de vida, pode-se prever se a criança vai ser míope no futuro, e as vezes, pode mostrar que a criança já tem meio grau de miopia. O próximo exame oftalmológico é recomendado aos 3 anos para um exame mais refinado, e depois aos 5 ou 6 anos, durante o período de alfabetização.

PROBLEMAS DE VISÃO MAIS COMUM NA INFÂNCIA

A hipermetropia – visão pior de perto e melhor de longe, acontece com mais frequência nos primeiros 6 anos de idade, e o grau vai aumentando até aos 12 anos. A pessoa que usa óculos na infância para corrigir este problema, geralmente não precisa mais dele na idade adulta. A miopia é o oposto da hipermetropia – a visão é pior de longe.  O estrabismo – é uma perda do paralelismo dos olhos, onde cada um aponta em direção diferente, é um problema grave que deve ser avaliado imediatamente. Pode ocorrer também o astigmatismo, em que a pessoa tem uma visão deformada das coisas, tanto de longe, quanto de perto.

SINTOMAS

Dores de cabeça, olhos irritados ao fazer a tarefa escolar, se os olhos lacrimejam quando assiste a tv, franzir a testa quando lê, coçar os olhos que estão constantemente vermelhos, se a criança evita de brincar do lado de fora,  se ela se aproxima muito da tv ou da tela do computador, isso é um sinal de alerta para os pais, os óculos poderão ser uma solução efetiva para reverter um possível problema ocular.

PRECAUÇÕES

A televisão, o computador , o micro-ondas não fazem mal para os olhos. O que faz mal é ficar muitas horas diante da tela , pois a criança pisca menos, fica com os olhos secos, causando assim, um maior esforço para focalizar a imagem, o que pode provocar cançaco e dor nos olhos. Porém é preciso  evitar de ficar muito perto da tv e computador. Manter uma boa iluminação no local de estudo e evitar muita exposição ao sol  para proteger os olhos dos efeitos dos raios UV.

FATORES PSICOLÓGICOS OU ORGÂNICOS ?

Muitas vezes, crianças são consideradas hiperativas, mas podem ter uma dificuldade de enxergar. Na escola podem ser dispersivas, porque o esforço que fazem para focalizar uma imagem é extremamente cansativo. Perdem o interesse pelos deveres de casa, mas elas não falam que é devido à confusão mental. Muitas vezes as crianças não são capazes de perceber que têm algum tipo de problema de visão porque não se lembram ou nem sabem com seria a forma correta de enxergar. Por isso, antes de levar ao psicólogo, é importante verificar se há causas orgânicas para os comportamentos citados.

Cuidar dos olhos dos filhos é assegurar que eles possam ver as formas e cores do mundo com perfeição. A prevenção é o melhor remédio!

Referências: abc do bebê.com – drauziovarella.com.br

Exame-de-vista1

FOTO: www.internationalopticalusa.com

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Endereço: 311 Somerville Ave, Somerville MA 02143

contact@internationalopticalusa.com 

Telefone: 617-776-6300

 

 

 

No Comments

Reply