02jan
2015
0
crianca-animal-estimacao-desenvolvimento-infantil

Benefícios de animais de estimação para crianças

 

Crianças que crescem com animais de estimação são mais felizes e saudáveis!

A princípio, ter um animal de estimação pode ser uma idéia assustadora para os pais, devido ao trabalho: gastos com ração, veterinário, remédio, vacinas. Mas especialistas de educação e psicologia afirmam que os benefícios da convivência entre a criança e o animal faz compensar todo o trabalho.  Confira os  principais benefícios:

RESPONSABILIDADE
Um animal precisa de cuidados, é preciso cuidar da limpeza, alimentação e medicação quando for necessário. A criança pode se encarregar destes cuidados com a supervisão do pais, o que  estimula o senso de responsabilidade.

DESENVOLVIMENTO
O convívio com animais é muito saudável porque ajuda no processo de desenvolvimento da criança. Este convívio  trabalha sentimentos como a auto-estima, sensibilidade, observação e também  ajuda  a lidar com sentimentos como frustação, alegria, tristeza, tolerância e  com a perda e a dor.

RELACIONAMENTO
Ter um animalzinho favorece o desenvolvimento do vínculo afetivo. A criança aprende a se relacionar com os outros, e a desenvolver a compreencão, sentimentos de solidaridade, generosidade, afeto, zelo, carinho e respeito.

DESENVOLVIMENTO FÍSICO
Através dos exercícios e brincadeiras, os animais podem auxiliar no desenvolvimento físico. Sair para passear com o cachorrinho, por exemplo, pode estimular a criança, além de favorecer o convívio social.

SAÚDE
As terapias assistidas por animais promovem melhoras físicas, sociais, emocionais e cognitivas. Os animais são indicados para pessoas com deficiências sensoriais, dificuldades de coordenação motora, problemas musculares, paralisia cerebral, autistas, portadores de Síndrome de Down, distúrbios comportamentais e outras afeccões. Pesquias revelaram  que crianças que têm algum tipo de animal de estimação, se tornam mais resistentes a algumas doenças.

 

VANTAGENS DE SE TER UM CÃO:

Estudo revelaram os seguintes fatos sobre os cães:   – Eles compreendem a dor humana, têm a tendência de se aproximar de pessoas que estão tristes e querem ajudar aqueles que estão com dor.   Os cães reduzem o stress.  – Bebês que convivem com cães desde cedo têm menos tosse, coriza e infecções no ouvido.  – Alguns podem detectar baixo nível de açúcar no sangue do dono. Eles alertam a pessoa que o nível de açúcar caiu, ele latem sem parar até alguém ajudar.  – Alguns cães podem ajudar a identificar alimento alergênico. Se a pessoa tem alergia a amendoim por exemplo, o cão pode ser treinado para alertar se sentir cheiro de amendoim no ambiente.  – Ajudam no combate à depressão, simplesmente por estarem por perto e agirem com afeto com seus donos.

TOMANDO A DECISÃO CERTA

Nem tudo será perfeito na convivência com o animal. Haverá casos que ele não irá obedecer, pode morder as coisas, fazer xixi fora do lugar. Mas os pais devem usar justamente estes momentos para a educação do filhos. A decisão de levar para casa um cachorro, um gato, um periquito ou qualquer outra espécie deve ser tomada pelo amor e consciente de que será possível tê- lo em casa.

Não se precipite na hora de levar um animal de estimação para casa. É preciso escolher um animal que se adapte ao seu modo de vida e que tenha o tamanho adequado às circunstâncias.

Antes de levar o animal para casa, fale com a criança sobre as tarefas e as responabilidades com o animal, de acordo com o amadurecimento e idade das crianças. E ensine-a a respeitar os animais, seres vivos com necessidades de cuidados, alimentação e carinho.

No Comments

Reply